MPT pede que Poder Judiciário homologue o resultado da eleição do Mova-se

362

O Ministério Público do Trabalho (MPT) decidiu na sexta-feira, 20, que o Poder Judiciário considerasse eleita a chapa que obtivesse o maior número de votos para a eleição do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Estadual do Ceará (Mova-se), independentemente do quórum estatutário.


A Justiça levou em consideração os seis pleitos ocorridos para eleger a nova diretoria, sendo três eleições com dois turnos cada uma, em diversos Municípios do Estado do Ceará. No segundo turno realizado nos dias 12 e 13 de dezembro foram 919 votos válidos.


O Mova-se estava sendo gerido por uma Junta Governativa, nomeada pelo Poder Judiciário desde janeiro de 2013, o Procurador Regional do Trabalho informou que após o recesso irá peticionar a Vara do Trabalho (responsável a homologação do resultado), com pedido de prazo mínimo de dez dias para transição da gestão, a fim de que sejam elaborados os respectivos balanços e relatórios a serem apresentados ao MPT pelos atuais gestores. Após a homologação judicial, o Ministério Público do Trabalho e a Junta Governativa designarão data e horário para a posse da nova diretoria eleita.

Veja a ata na íntegra aqui

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome