MOVA-SE participa de evento sobre sustentabilidade

381

Por integrar a Agenda 21, o sindicato se preocupa com a sustentabilidade do planeta denunciando crimes ambientais ou divulgando resoluções para melhorar o clima ou reduzir danos ao meio ambiente. Exemplo disso foi a participação da diretora Rita Galvão no “Seminário Conflitos Socioambientais e Direitos Humanos” que a Faculdade Christus em parceria com a Associação Cearense do Ministério Público, a Associação dos Defensores Públicos do Estado do Ceará, Associação dos Geógrafos do Brasil, o Centro de Assessoria Popular Caldeirão, a Justiça Federal, o Grupo de Pesquisa Teorias Críticas da UFC, o Núcleo Tramas da UFC, a Rede Nacional de Advogados e Advogadas Popular e oTerramar.


O evento debateu de 16 a 19 de maio a relação entre Justiça Ambiental e Direitos Humanos, com ampla abordagem de juristas ligados ao Sistema de Justiça, participantes de movimentos populares e estudiosos do assunto. A ênfase à formação teórica e prática, por meio de diálogos interdisciplinares e vivência de casos práticos foi um dos pontos de destaque do Seminário.


O evento terminou com uma aula de campo no Sábado, 19, quando a diretora Rita participou de uma trilha ecológica na Comunidade Jenipapo-Kanindé onde até pouco tempo um conflito sócio-ambiental orquestrado especulação imobiliária e poluição de empresas como a Ipioca ameaçava os indios e suas terras. A vitória veio com a mobilização da sociedade em torno das terras agora demarcadas pelo governo federal.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome