Mova-se defende retorno de auxiliares de Enfermagem

362

A diretora do Sindicato Mova-se Auxiliadora Alencar se reuniu, na manhã desta quinta-feira (05/04), na sede da entidade, para discutir alternativas que garantam o retorno de cerca de 150 auxiliares de Enfermagem desligadas do seu local de trabalho em março deste ano.

O grupo de trabalhadores já atuava nas unidades de saúde do Estado há mais de 20 anos e perdeu as suas funções em decorrência da troca de cooperativa após o pregão. Logo, a Cooperativa de Atendimento Pré-Hospitalar – COAPH que substuiu a Coosaúde não contrata auxiliar de enfermagem mesmo com a Lei n° 7498 de junho de 1986 ainda em vigor.

Segundo Auxiliadora, o Mova-se defende a permanência das auxiliares de Enfermagem no serviço público até que o governador faça concurso, homologue e chame. “São pessoas treinadas para atender hospitais de alta complexidade, com experiência de mais de 20 anos de serviço, ou seja, pessoas capacitadas. A saída desses trabalhadores afeta na qualidade do serviço oferecido a população”, disse.

Reunião na SESA
No dia 28 de março, a referida diretora teve reunião com o secretário da Saúde Henrique Javi sobre a exclusão das auxiliares de Enfermagem do processo licitatório das cooperativas de saúde que prestam serviço ao Estado, pois o pregão realizado para contratação de cooperativa só prevê o serviço de técnicos(as) de Enfermagem. A diretora do Mova-se propôs na reunião uma dispensa de licitação para contratar o serviço das profissionais que ficaram sem trabalho após a mudança.

 

Serviço:
Assessoria de Imprensa
Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Estadual do Ceará – Mova-se
Contato: (85) 3226.0665/99902.0458
Facebook: facebook.com/SindicatoMovaSe

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome