Mobilização nacional consegue adiar votação do PLS 555

354

Após intensa pressão dos trabalhadores no Dia Nacional de Luta em Defesa das Empresas Públicas, no último dia 03 de fevereiro, a votação do PLS 555/2015 – Estatuto das Estatais foi adiada mais uma vez. Em Fortaleza, o Sindicato Mova-se participou do ato pela manhã, na Praça do Ferreira, e à tarde, no Porto do Pecém.


Os movimentos sindical e social ao serem contra este Projeto de Lei 555, procuram evitar que o controle de empresas públicas e de economia mista nos níveis federal, estadual e municipal passe a ser controlado pelo empresariado brasileiro, por terem como único lema o lucro acima de tudo.


Para o coordenador-geral do Mova-se, Flavio Remo, com a aprovação do PLS 555, a Caixa Econômica Federal, os benefícios do Governo Federal como o Crédito para Empresas de Pequeno Porte, Bolsa Família, Luz para Todos, Minha Casa Minha Vida e no caso do Ceará, serviços como o de extensão rural prestados pela Ematerce, correm o risco de acabar. 

Como integrante do Comitê Estadual em Defesa das Empresas Públicas, o Mova-se juntamente com o Sindicato dos Bancários do Ceará, CUT, CTB, Contraf, Fenae, FUP e o Sindicato dos Petroleiros do Ceará e Piauí, continuarão firmes para denunciar à sociedade os riscos do PLS 555. 


O secretário da Saúde do Trabalhador da CUT-CE e diretor de Relações Intersindicais do Mova-se, Hernesto Luz, enfatiza que esse projeto privatista do senador Tasso Jereissati, quando através da criação do Estatuto das Estatais ressuscita o nefasto programa de privatização do governo tucano. “A grande mobilização nacional dos sindicatos foi fundamental para o adiamento desse projeto, no entanto a ameaça continua com o retorno da votação no próximo dia 15 deste mês. Dessa forma, a nossa luta permanece forte para combater esse ataque”, finaliza.


Serviço:

Assessoria de Imprensa

Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Estadual do Ceará – Mova-se

Contato: (85) 3226.0665/99619.8745

Facebook: facebook.com/SindicatoMovaSe

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome