Jornalistas querem avanço nas negociações salariais

404

O ato será às 16 horas e contará com o apoio da Central Única dos Trabalhadores (CUT-CE) e de seus sindicatos filiados.

Em nota, a presidente em exercício do Sindjorce, Samira de Castro, e a 1º tesoureira da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), Déborah Lima, denunciam a morosidade das negociações. “Há mais de quatro meses, o Diário, O Povo e O Estado – os três maiores jornais do Ceará – empurram as negociações salariais dos jornalistas com a barriga, inviabilizando a Convenção Coletiva de Trabalho 2011/2012 dos empregados de jornais e revista do Estado, com data-base em 1º de setembro de 2011”, informam.

Na última rodada de negociação, no dia 7 de dezembro de 2011, o Sindjorce apresentou contraproposta de reajuste de 10% para pisos e demais salários, Reportagem Especial e Seguro de Vida. O presidente do sindicato patronal, Mauro Sales, argumentou que as empresas jornalísticas estariam passando por uma crise financeira.

Fonte: CUT-CE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome