Janeiro Branco: é possível prevenir alguns transtornos psiquiátricos

137

O primeiro mês do ano é dedicado à conscientização sobre os cuidados com a saúde mental. Criada por psicólogos brasileiros, a campanha Janeiro Branco, destaca a necessidade de dar atenção a aspectos emocionais. Profissionais do Hospital de Saúde Mental Professor Frota Pinto (HSM), unidade da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), orientam quanto à prevenção de doenças psiquiátricas.

De acordo com a psicóloga Marleide Oliveira, o início do ano nos convida a uma nova reflexão e a uma mudança de atitudes. É um momento de traçar metas, tomar decisões, fazer planos e colocá-los em prática. “É importante refletirmos sobre a vida no começo de cada ano, pois isso nos permite mudar as percepções ao nosso redor, trilhar novos caminhos. Afinal, o autoconhecimento é fundamental para o nosso crescimento individual”, afirma.

Manter uma rotina saudável é essencial para lidar melhor com as adversidades. Uma pessoa equilibrada emocionalmente é capaz de tomar decisões mais conscientes, reduzindo níveis de estresse e de ansiedade. “Identificar questões relacionadas à saúde emocional é necessário para que possamos buscar ajuda, pois as oscilações emocionais estão relacionadas à qualidade de vida, ao bem-estar e ao nosso equilíbrio. Portanto, é importante entender os sintomas dos seus desequilíbrios, suas complicações e a forma de lidar com os possíveis problemas”, pontua a especialista.

Driblar estressores cotidianos

Para o diretor clínico do HSM, Helder Gomes de Moraes Nobre, ter uma boa saúde mental é muito mais do que não ter um transtorno psiquiátrico. Significa manter um bem-estar, a qualidade de vida, estando bem consigo e com os outros.“É saber encarar os estressores do cotidiano, muitas vezes imprevisíveis. Sabemos que problemas vão surgir na vida de todos nós, mas a forma como lidamos com eles está muito relacionada à nossa saúde mental. Hoje, a própria Organização Mundial da Saúde (OMS) traz um conceito de saúde mental bem mais amplo, incorporando várias faces da saúde do ser humano, envolvendo aspectos sociais, de trabalho, de lazer, e não somente a ausência de uma doença”, analisa o psiquiatra.

Um dos objetivos da campanha Janeiro Branco é trazer atenção para as demandas da saúde mental. “Sabemos que a depressão e a ansiedade são os transtornos mais comuns observados na população. Existem os fatores genéticos, como em diagnósticos de esquizofrenia, bipolaridade e autismo, porém, nos mais comuns, como a ansiedade e a depressão, o nosso cotidiano e os fatores estressores também afetam a nossa vida”, afirma Nobre.

Prevenção

O especialista orienta quanto à possibilidade de amenizar e até prevenir as crises de ansiedade e depressão por meio de exercícios físicos, da higiene do sono, além de uma boa alimentação – se possível, fazer um acompanhamento com nutricionista.

Investir em uma terapia com psicólogo, prática indicada para todas as pessoas, é outra medida importante. “É bom, ainda, ter momentos de lazer, principalmente com amigos e familiares. Para quem é religioso, exercer a fé também ajuda. Outra recomendação é evitar substâncias psicoativas como álcool, drogas e cigarros, muitas vezes atreladas à causa de alguns transtornos psiquiátricos”, exemplifica o gestor.

Atendimento

O HSM é referência no atendimento emergencial e ambulatorial a pacientes com transtornos psiquiátricos graves. O hospital possui Emergência 24 horas, 180 leitos de internação e ambulatórios de especialidades em Psiquiatria.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome