ISSEC Superintendente é chamada para explicar transtornos

380

Continua o impasse do Instituto de Saúde dos Servidores do estado do Ceará (ISSEC) em relação à liberação das consultas e demais procedimentos. Na segunda-feira, 2/4, às 9 horas, na Seplag, a diretora Rita Galvão estará representando o MOVA-SE na reunião agendada pelo secretário Eduardo Diogo, a pedido das entidades de servidores, com a superintendente do ISSEC, Lúcia Rocha.

Ela deverá esclarecer duvidas dos dirigentes sindicais e de associações integrantes do Fuaspec e explicar por que marcar uma consulta pelo ISSEC ainda é um problema mesmo após a liberação da verba orçamentária para 2012.

Apuramos junto à Comissão de Orçamento da Assembléia Legislativa, que a Lei Orçamentária Anual (LOA) aprovada no final de 2012 destinou ao ISSEC 106 milhões e 321 mil reais. O valor é 24% a mais que os 85 milhões e 319 mil reais de 2011. O acréscimo se deveu á inclusão dos militares no ISSEC, mas parece não ter sido suficientes.

Para evitar que a verba acabe antes do final do ano e o Issec tenha que encerrar o atendimento, como ocorreu em 2011, o secretário da Fazenda, Mauro Filho, adotou a divisão do valor total por 12 e a cada mês só uma fração é liberada. O problema é que R$ 8,8 milhões mensais não estão dando vazão à demanda dos servidores. Muitos se queixam de não conseguir marcar consultas e outros procedimentos porque bem antes do fim do mês a verba acaba.

Após esse encontro o MOVA-SE e as demais entidades que compõem o fórum deverão se reunir para discutir o assunto e adotar uma posição conjunta.
Relembrando:

No início de novembro, os servidores do estado que tinham consultas marcadas nas unidades médico hospitalares credenciadas ao ISSEC foram surpreendidos pelo cancelamento sem aviso prévio de seus atendimentos por falta de pagamento dos convênios por parte do órgão público. O MOVA-SE constatou o problema e no mesmo dia teve audiência com a direção do órgão.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome