Trabalhadores da CIPP/SA – Pecém na eminência de uma greve em 2024

297

Intransigência e práticas antísindicais marcam o primeiro ano da atual gestão da CIPP SA. A empresa pública controlada pelo governo do estado do Ceará, responsável pela gestão do porto do Pecém e demais equipamentos do complexo, pela primeira vez em sua história não fecha o acordo coletivo de trabalho com seus empregados.

A data base da categoria é 1º janeiro, no início de 2023 o sindicato MOVA-SE, entregou a minuta de reivindicações dos seus representados e somente após seis meses (final de junho) a CIPP fez sua primeira devolutiva sobre a questão, na oportunidade a empresa solicitou a retirada de 10 itens do acordo coletivo de trabalho que já é celebrado entre as partes a mais de 12 anos, sem fazer nem uma referência às reivindicações dos trabalhadores, uma verdadeira ofensa, pois a mesma vem apresentando excelentes resultados, mostrando-se superavitária a mais de uma década.

Depois de muita organização e luta do sindicato MOVA-SE, a empresa recuou, renunciando a 9 das 10 cláusulas que ela queria retirar do ACT, no entanto continuou insistindo com a modificação da cláusula de PLR, uma das principais conquista da categoria, além disso permaneceu ignorando as reivindicações dos seus empregados para o ano de 2023. Tal situação culminou em uma paralisação das atividades do porto do Pecém no dia 30/10/23, (organizada pelo Fórum Unificado dos Trabalhadores do Complexo Industrial e Portuário do Pecém – FUTCIPP), infelizmente a empresa e seu acionista majoritário (Governo do Estado do Ceará) continuaram com a mesma postura, que implica em retirada de conquistas, e consequentes prejuízos para seus empregados.

Não vamos retroceder em nossas conquistas! Nenhum passo atrás, nenhuma conquista a menos. Onde tem luta, tem MOVA-SE!

RETROSPECTIVA DAS PRINCIPAIS MOBILIZAÇÕES E LUTA DO MOVA-SE NO PORTO DO PECÉM

– Ao longo do ano o Sindicato MOVA-SE realizou várias Assembleias no local de trabalho, para iniciar o processo de negociação e aprovação da minuta do ACT 2023;

– 25/08/2023 – Diante do impasse nas negociações do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT 2023) dos Empregados Públicos da CIPP/SA, o diretor de Relações  Intersindicais do Mova-se  e atual  Secretário de Mobilização e Relações com Movimentos Sociais da CUT Ceará, Hernesto Luz, participou nesta sexta-feira, 25/08, de um reunião com o  Secretário de Governo  Waldemir Catanho, essa reunião foi articulada e mediada pelo Deputado Renato Roseno (Psol), e teve como principal objetivo discutir o ACT 2023 dos trabalhadores(as) da CIPP/AS.

20/09/2013 – reunião com Futcipp, com objetivo de iniciar a luta pela valorização dos trabalhadores(as);

30/10/2023 – Servidores estaduais do Ceará estão realizando uma grande paralisação no Porto do Pecém, para denunciar a falta de negociação do ACT 2023 e reivindicar uma reunião de emergência com o governador do Estado, Elmano de Freitas (PT), e com os sindicatos. Os trabalhadores(as) fecharam uma das entradas do porto, desde as 6 horas da manhã, para tentar iniciar um diálogo com o governador sobre negociações trabalhistas. No mesmo dia, sindicatos que representam os trabalhadores(as) do complexo industrial do Porto são recebidos pelo presidente e gestão da empresa.

15/12/2023: Mova-se promove Seminário com o tema: a PLR como centro de disputa. Panorama sobre a Negociação Coletiva do ACT 2023, da CIPP/AS.

26/12/2023: última assembleia do ano com os trabalhadores(as);

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome