Nota de Pesar

47

O Mova-se comunica, com profundo pesar, o falecimento do Professor José Ribamar Furtado de Souza*, docente do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da Universidade Federal do Ceará (UFC), ocorrido ontem, dia 25/04. De acordo com a nota da UFC, ao longo da vida profissional, ele teve destacada produção científica no Brasil e no exterior nas áreas de sociologia do desenvolvimento, educação do campo, agroecologia e extensão rural, com estudos sobre degradação ambiental e exclusão social causadas por projetos de mineração, de hidrelétricas e de agronegócio.

Além de sua produção científica, o professor Ribamar Furtado colaborava enquanto educador popular generoso, cativante e parceiro dos movimentos sociais, como o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST). Inspiração para muitos educandos e educandas, prof. Ribamar contribuiu para a formação crítica e contextualizada de muita gente. Assim como Paulo Freire, ele também era daqueles que conjugavam na ação educadora o verbo “esperançar”, trazendo a necessidade de compreender, de se organizar e construir uma sociedade livre de opressões, com respeito a toda forma de saber.

Nessa trajetória de vida, ele estava ao lado da também formidável professora Eliane Dayse Furtado, a quem prestamos nossos sentimentos, e a toda a família, educandas, educandos, amigos e amigas!

Professor Ribamar: Presente!

*Engenheiro-agrônomo formado pela UFC, o Professor Ribamar Furtado tinha especialização em Extensão Rural pela Universidade Complutense de Madri, mestrado em Extensão Agrícola pela Universidade de Reading, doutorado em Sociologia do Desenvolvimento e Ciências Políticas na Universidade de Londres e pós-doutorado pela Universidade Paris Nanterre, com pesquisa sobre agricultura familiar e camponesa na produção agroecológica. No Reino Unido e na França chegou a atuar como professor e pesquisador. Lecionou na Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR) até se transferir para o Departamento de Economia Agrícola da UFC, no qual se aposentou. Foi professor visitante sênior da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB), contribuindo na implantação do curso de Agronomia. Colaborou com o Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Estadual do Ceará (UECE) e estudos na Universidade Federal do Pará (UFPA). Prestou serviços de Consultoria Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) no Norte, Nordeste e Sul do Brasil sobre desenvolvimento rural, formação profissional, implantação e avaliação de programas e projetos governamentais, e organização social de comunidades de agricultores familiares, povos indígenas, quilombolas, pescadores artesanais e lideranças femininas rurais. Também prestou assessoria relacionada à política de assistência técnica e extensão rural no Governo do Estado do Ceará e coordenou contratos em parceria com a UFC e o Departamento Nacional de Obras contra as Secas (DNOCS) em 18 perímetros de seis estados nordestinos. Fonte: www.ufc.br

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome