Na luta pela suspensão da cobrança de empréstimos consignados em tempos de pandemia

347

O sindicato dos servidores e empregados públicos no estado do Ceará, MOVA-SE, em conversa com fontes administrativas do banco brasileiro de desconto, Bradesco, apurou haver negociação entre a instituição financeira e a unidade federativa do estado do Ceará, visando o aumento do tempo para pagamento dos empréstimos consignados por parte dos servidores públicos estaduais. O período máximo para pagamento que hoje é de setenta e dois meses, (6 anos), passará para noventa e seis meses, (8 anos), com uma possível aplicação de carência de noventa dias, (3 meses) para iniciar os pagamentos, conforme acerto entre o servidor e a unidade bancária.

Dependendo da negociação e do interesse do servidor, poderá esse estender o prazo para pagamento e com isso reduzir o valor da parcela do atual consignado, ou ter acesso a um valor à mais de recursos financeiros.

O sindicato mova-se entende que por se tratar de uma situação nova, há a necessidade de que tudo seja feito com prudência e bom senso, e que estará atento a possíveis distorções que possam acontecer ao longo do processo.

Mais informações, acesse o portal da Seplag e confira no link:

https://www.mova-se.org.br/seplag-ce-ja-esta-processando-pedidos-de-consignados-com-prazo-maximo-de-96-meses/

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome