Brasil volta a registrar quase 50 mil novos casos da covid-19 em 24 horas

171

País não notificava patamares tão altos desde setembro; total de pessoas que testaram positivo superou 5,7 milhões

Após cerca de três meses com registros diários de contaminados pela covid-19 abaixo de 50 mil, o Brasil voltou a confirmar números próximos ao patamar. Nesta quarta-feira (11), o total de novos pacientes com a doença aumentou 48.655 em 24 horas. Segundo dados do Conselho Nacional de Secretários da Saúde (Conass), o número de pessoas que foram contaminadas desde que o vírus chegou ao país soma 5.747.550.

::Segunda onda de contaminações bate recordes na Europa e é alerta para o Brasil::

Ainda de acordo com o Conass, em 24 horas houve a confirmação de 566 óbitos. O coronavírus já causou a morte de 163.368 pessoas em território nacional. A velocidade no aumento de casos fatais é menor a cada semana desde setembro. Ainda assim, o Brasil se mantém em segundo lugar na lista de nações que mais registram mortes pela covid.

O aumento no total de casos desta quarta-feira (11) pode ter relação com problemas técnicos no acesso à base de dados de alguns estados, registrados nos últimos dias. Ainda assim, o patamar já representa mais de 40% de tudo o que foi confirmado na semana passada. Além disso, o número não contabiliza o resultado do Amazonas, portanto, deve ser ainda mais expressivo.

::Após cinco semanas, ritmo de propagação da covid-19 volta a subir no Brasil::

De acordo com a plataforma de tecnologia e geolocalização Inloco, os índices de isolamento no Brasil são inferiores a 50% desde junho. Entre segunda e sexta-feira, a porcentagem não supera os 40% há quase quatro meses. Sem a vacina, as ações de distanciamento são consideradas essenciais para conter a propagação do vírus. Segundo projeções da iniciativa Geocovid, sem nenhuma medida dessa natureza, o país chegaria a quase 10 milhões de infectados em 30 dias.

O que é o novo coronavírus

Trata-se de uma extensa família de vírus causadores de doenças tanto em animais como em humanos. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS). Em humanos, os vários tipos de vírus podem provocar infecções respiratórias que vão de resfriados comuns, como a síndrome respiratória do Oriente Médio (MERS), a crises mais graves, como a Síndrome Respiratória Aguda severa (SRAS). O coronavírus descoberto mais recentemente causa a doença covid-19.

Como ajudar quem precisa?

A campanha “Vamos precisar de todo mundo” é uma ação de solidariedade articulada pela Frente Brasil Popular e pela Frente Povo Sem Medo. A plataforma foi criada para ajudar pessoas impactadas pela pandemia da covid-19. De acordo com os organizadores, o objetivo é dar visibilidade e fortalecer as iniciativas populares de cooperação.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome