Bancada dos Trabalhadores discute reivindicações na Menp, mas não entra em acordo com o governo

343

Nesta quinta-feira (26), a bancada dos trabalhadores da Mesa Estadual de Negociação Permanente (Menp) esteve reunida com o secretário de Planejamento e Gestão, Eduardo Diogo, para discutir a pauta de reivindicações dos servidores públicos que será apresentada ao governador Cid Gomes na próxima segunda-feira, 30. A reunião contou com a participação de outros representantes do Governo do Estado, bem como de várias entidades de servidores.


De início, os trabalhadores apresentaram suas principais reivindicações, como a necessidade de se reestruturar e unificar a tabela salarial, realizar concurso público, o vencimento básico, o decreto de assédio moral, além do plano de cargos e carreiras que já está defasado, haja vista o último ter sido feito em 1994. Entretanto de acordo com o secretário da Seplag, os servidores devem reduzir suas reivindicações.


Para coordenadora de Comunicação do Fuaspec e representante do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Estadual do Ceará (Mova-se), Rita de Cássia Araújo, os trabalhadores não vão reduzir suas pautas. “As nossas propostas são para atender todas as categorias. Não queremos levar isso para as ruas, só queremos que o Governo resolva”, afirma.


Os servidores alegam que a pauta é extensa pelo fato de conter reivindicações acumuladas desde 2011, oportunidade na qual o governador Cid Gomes prometeu atendê-las, porém não cumpriu. Segundo Ana Maria representante do Sindicato dos Fazendários (Sintaf) e uma das coordenadoras da Menp, não existe categoria que seja beneficiada sem um plano de cargos e carreiras, sendo este o alicerce de toda carreira pública. “Vamos continuar com a pauta, se não o governador vai pensar que os servidores estão todos satisfeitos, e não estão”, declara Ana.


A reunião com o governador Cid Gomes foi conquistada pelos servidores, após intensa mobilização realizada em frente ao Palácio da Abolição, e agendada pelo Cel. Joel Costa Brasil, da Casa Militar do Governo. A Menp vai aproveitar a reunião com o Governo para apresentar a pauta geral de reivindicação para ser discutida no período de 2013 a 2014.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome