Nota de repúdio

518

O Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Estadual do Ceará – Mova-se repudia veementemente às agressões sofridas pelos professores e professoras da rede municipal de ensino de Icó, na noite desta segunda-feira (19/2), durante manifestação contra redução de salários em frente à Câmara de Vereadores.

Os educadores foram à Câmara Municipal protestar contra o Decreto nº 02/2018, no qual a prefeita Laís Nunes (PDT) reduz o salário de 362 professores pela metade. Impedidos de acompanhar a sessão, os trabalhadores foram tratados de forma violenta e vergonhosa pela Guarda Municipal e pela Polícia Militar sob a mira de armas, com spray de pimenta e tiros de bala de borracha.

Entre as pessoas agredidas está a presidente da Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará – Fetamce, Enedina Soares. Nossa solidariedade e apoio à companheira.

Para o Sindicato Mova-se, esse tipo de atitude é inaceitável. Dessa forma, manifestamos nossa solidariedade aos professores e professoras de Icó diante da batalha diária por uma educação pública, de qualidade e que reflita na formação libertadora dos cidadãos icoenses.

Reforçamos o nosso apoio a todos os movimentos de servidores que reivindicam direitos nas redes municipal, estadual e federal, assim como repudiamos toda a truculência e tentativa de criminalizar a luta dos trabalhadores.

Diretoria Executiva Colegiada do Mova-se

 

Serviço:
Assessoria de Imprensa
Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Estadual do Ceará – Mova-se
Contato: (85) 3226.0665/99902.0458
Facebook: facebook.com/SindicatoMovaSe

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome