MP da Carteira Verde Amarela deve caducar no Senado

246
O presidente do Senado deixou a entender que esse será o fim da medida que, a pretexto de gerar empregos para jovens e pessoas acima de 55 anos, ataca regras trabalhistas

A Medida Provisória (MP 905) que pretende acabar com o que resta dos direitos trabalhistas deve caducar no Senado nesta segunda-feira (20), dia em que perde a validade se não for votada.

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), deixou a entender que esse será o fim da medida que, a pretexto de gerar empregos para jovens e pessoas acima de 55 anos, põem fim aos direitos trabalhistas.

Numa publicação no Twitter neste domingo (19), Alcolumbre sugeriu a Bolsonaro que “reedite amanhã (20) a MP 905, do Contrato Verde e Amarelo. Assim, o Congresso Nacional terá mais tempo para aperfeiçoar as regras desse importante programa.”

Na semana passada, líderes partidários do Senado fecharam acordo para não votar a medida provisória.

Segundo eles, não há como alterar as regras trabalhistas em meio a pandemia da Covid-19.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome