MOVA-SE em apoio a luta dos Servidores, ocupa sede da Sesa.

92

MOVA-SE em apoio a luta dos Servidores, ocupa sede da Sesa.

Os servidores públicos ocuparam a Secretaria da Saúde do Estado (SESA), nesta terça-feira, 02 de abril, para protestar contra o reajuste de 5,62% concedido pelo Governo do Ceará, e repudiar o desrespeito do governo referente aos retroativos, a manifestação também foi para exigir o diálogo com a secretária da Saúde do Ceará, Tânia Mara Coelho.

Após uma mobilização intensa, pressão e ocupação na SESA, os servidores obtiveram avanços e respostas às suas reivindicações. Durante a ação, diversas questões foram levantadas, incluindo ascensões funcionais atrasadas há quatro anos, atrasos no crédito do vale-transporte, avaliação da Gratificação de Desempenho Institucional (GDI), reajuste salarial e respeito às mesas de negociação.

Sobre as ascensões funcionais, foi confirmado pela Secretaria que o processo referente aos anos de 2020/2021 está concluído e aguarda pauta no comitê de gestão fiscal. No entanto, devido à questão dos retroativos, será necessária a negociação com o governador do estado. Uma data já foi definida para discutir esse assunto com o governador, e as entidades sindicais serão informadas assim que houver mais detalhes.

Em relação à GDI, foram destacadas várias inconsistências durante as avaliações. As entidades sindicais solicitaram a prorrogação do prazo para recursos dos profissionais que se sentiram prejudicados, estendendo a previsão até 16 de abril. Os representantes sindicais reivindicaram ainda, o respeito às mesas de negociação setoriais.

Para a direção do Sindicato MOVA-SE, que tem a frente o seu Coordenador, Professor Pádua Araújo, os servidores demonstraram coragem e determinação ao ocupar a Secretaria da Saúde do Estado (SESA) em busca de seus direitos. A união e mobilização desses profissionais resultou em avanços significativos, evidenciando a importância da voz coletiva na luta por melhores condições de trabalho. O diálogo estabelecido com a secretária Tânia Mara foi fundamental para a conquista de respostas às reivindicações dos servidores, que incluíam questões essenciais como ascensões funcionais atrasadas, crédito do vale-transporte, avaliação da Gratificação de Desempenho Institucional (GDI), reajuste salarial e respeito às mesas de negociação. “A força e a perseverança demonstradas nesse ato ressaltam a importância da união e da persistência na defesa dos direitos dos trabalhadores(as). Parabéns a todos os envolvidos nessa nobre causa!” Disse Pádua Araújo.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome