Luta contra a Reforma Administrativa e a Defesa do SUS marca o Dia do Servidor

152

Nesta quarta-feira, 28/10, os servidores e servidoras de todo país foram às ruas protestar contra os ataques constantes do governo Bolsonaro (ex-PSL) aos serviços públicos. Em Fortaleza, a manifestação ocorreu na Praça do Ferreira, no centro, e reuniu sindicatos e centrais sindicais do estado.

Entre os participantes do ato, a preocupação em relação ao desmonte do Sistema Único de Saúde (SUS) foi amplamente reforçada. Para os dirigentes do Sindicato Mova-se as unidades básicas são a estruturação da atenção primária no Brasil. Elas são a porta de entrada para todos os cidadãos, garantindo a prevenção das doenças e a qualidade de vida. Entregar esse serviço à iniciativa privada trará muitas consequências ruins e alerta à população sobre o desmonte do Sistema Único de Saúde.

Na ocasião, o MOVA-SE também questionou sobre a retomada da tramitação das PECs do chamado Plano ‘Mais Brasil’. Apresentadas ao Congresso Nacional pelo governo, as propostas de emendas constitucionais 186, 187 e 188/2019 representam um pacote de ataques aos servidores que incluem legalizar a redução salarial, entre outros. Em acordo com o Planalto, o Congresso Nacional quer acelerar à ‘reforma’ administrativa associando-a a essas PECs.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome