1ª Reunião do Conselho Geral do Mova-se

482

O Sindicato Mova-se promoveu nos dias 30 e 31 de maio, no Hotel Romanos, em Messejana, a 1ª Reunião do Conselho Geral. O evento discorreu sobre a alteração do regimento interno, formação de Comissão Organizadora do 10º CONTECE e as diretrizes do Planejamento Estratégico. O Conselho Geral é uma das instâncias superior à executiva.


No primeiro dia do evento, os diretores discutiram sobre a Análise de Conjuntura Nacional/Estadual, com a presença do representante da CUT/CE, Gleidson Mota, que enfatizou a importância da retomada das articulações sindicais do Mova-se a favor do serviço público.


Nas discussões, os diretores garantiram que irão trabalhar para que o servidor público saia da situação que se encontra hoje. “Estamos no início de um mandado e temos um compromisso com os trabalhadores de reverter muitas situações. Por isso, vamos avançar no que for preciso para chegamos à base”, afirmou o diretor Intersindical Hernesto Cavalcante.


No segundo dia, ocorreu o detalhamento do Planejamento Estratégico; apresentação das reivindicações das Regionais; apresentação e aprovação de emendas do Regimento Interno; formação da comissão organizadora do 10º CONTECE (a ser realizado no mês de novembro) e apresentação das disponibilidades financeiras do Sindicato.


“Nós vamos trabalhar democraticamente. O Mova-se vai investir na formação e na união de todos aqueles que fazem parte do serviço público, de forma que com a participação de todos conseguiremos retomar as bandeiras sindicais”, alegou o coordenador-geral do Mova-se, Flávio Remo.


Ainda na Reunião, os diretores discorreram sobre a participação do Mova-se na Plenária Estadual da CUT/CE, onde foram indicados dois delegados (Hernesto Cavalcante e Osmarina Modesto) para participarem da Plenária Nacional da CUT. A participação do Mova-se no Congresso da FENASEPE, tendo como representantes Flávio Remo, Ulisses Moreira, Valéria Mendonça (SESA) e Lisboa Bonfim (EMATERCE) também foi debatida.


Para o diretor Regional Raimundo Mariano, a reunião é bom momento para lutar a favor da qualidade do serviço público. “Vejo hoje uma grande deficiência no serviço público, por isso é importante focar no trabalho das bases e em ações sindicais”, afirmou.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome