Servidores acampam no entorno do Palácio da Abolição

21
Cerca de 400 servidores estão mobilizados em acampamento na avenida Barão de Studart
Cerca de 400 servidores estão mobilizados em acampamento na avenida Barão de Studart.

Policiais da Casa Militar interditaram o quadrilátero de acesso ao Palácio da Abolição, na manhã desta terça-feira (4), após serem comunicados de uma manifestação de servidores estaduais, que reclamam sobre reposição salarial. As principais vias de acesso aos bairros Meireles e Aldeota estão intransitáveis e cerca de 400 servidores estão mobilizados em acampamento na avenida Barão de Studart por tempo indeterminado.

De acordo com o Fórum Unificado das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos Estaduais do Ceará (Fuaspec), a ideia é ficar acampado até o Estado receber representantes do movimento. “Desde janeiro que o Fórum Unificado das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos Estaduais do Ceará (Fuaspec) busca uma negociação com o secretariado, sendo o descumprimento da Lei Estadual que garante a data base dos servidores públicos, em 1° de janeiro, uma das pautas prioritárias”, diz nota, divulgada pelo grupo.

O Fórum pede reposição do acumulado de perdas salariais. Segundo estudo, elaborado pelo fazendário e professor Lucio Maia, já são 20,64% de prejuízo. O especialista ressalta que mesmo que o governo pague o valor requerido, diferente que o secretário Mauro Filho informa, o Estado não ultrapassará o limite prudencial.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome