“E Agora José” Estamos de Luto!

31

SINDERT e MOVA-SE vem a público manifestar a sua insatisfação pela forma com que o Governo do Estado do Ceará fez fusão entre o Departamento Estadual de Rodovias (DER) e o Departamento de Arquitetura e Engenharia (DAE). O novo órgão, batizado de Superintendência de Obras Públicas (SOP) irá trazer prejuízo patrimonial, histórico e mais desvalorização dos servidores, considerando-se suas experiências profissionais e técnicas ao longo desses 50 anos dentro dos dois departamentos.

A medida alcança funcionários que reorganizaram suas vidas junto com a familiar perto do local de trabalho, nas proximidades do antigo emprego na Maraponga e a partir de agora, os servidores da Superintendência de Obras Públicas do Ceará irão labutar no Bairro Castelão, numa decisão do Governador que passou a gerenciar a vida desses senhores e senhoras que desempenham diariamente suas funções com eficiência e comprometimento.

A decisão atinge funcionários antigos, que nem se quer foram consultados pela administração pública sobre o assunto, não houve qualquer reunião de esclarecimento para tal ação e de forma grosseira, o governo impôs sua medida, interrompendo projetos de vidas, sentimentos e apego históricos vivenciados por todos e todas que ali atuavam por anos e anos. Portanto, por esses motivos e também pelo sucateamento do prédio histórico que será abandonado, nós servidores estamos de luto.

Conforme declaração do Governo de Camilo Santana, a incorporação dos departamentos também fará alterações nos cargos de livre-indicação do governado estadual. Pela proposta, seriam extintos 11 cargos em comissão e criados outros três. No entanto, não se fala em realizar concurso público para o setor.

SINDERT e MOVA-SE reforçam sua preocupação com os servidores do DER lotados no DETRAN-CE, aproveitamos para denunciar a precarização imposta aos terceirizados. E agora José? Até o momento os terceirizados dos órgãos citados estavam de sobreavisos aguardando ser chamado em casa com longas incertezas de como vai ser daqui pra frente sua vida profissional dentro do órgão.

A nova medida prevê ainda a redistribuição dos cargos e funções integrantes e não se fala em concurso público.

Segundo o Portal da Transparência do Governo do Estado, o DER possui 1,8 mil servidores e o DAER é bem mais modesto: são apenas 125 servidores e nada de concurso.

O DAER- DEPARTAMENTO AUTÔNOMO DE ESTRADAS E RODAGENS NO ESTADO DO CEARÁ foi criado pelo Decreto de Lei. O antigo DER e o DAER, são patrimônios histórico e herança do povo Cearense.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome