Cearáportos recua e mantém reivindicações dos trabalhadores

130

Momentos antes da Assembleia Geral Extraordinária, agendada na tarde desta terça-feira (09), que iria definir greve geral dos empregados da Cearáportos, a empresa entrou em contato com o Sindicato Mova-se e apresentou contraproposta às demandas defendidas no Acordo Coletivo de Trabalho/2018.

Em processo de negociação há dez meses, os trabalhadores se encontravam desacreditados, porém firmes para enfrentar greve geral e lutar para manter seus direitos adquiridos ao longo dos anos. Depois de muita resistência da categoria, a empresa ofereceu reajuste de 3,44% para salários e benefícios, manutenção da cláusula 43 do ACT que trata da ultratividade e cedeu a homologação pelo sindicato.

Esse será o primeiro Acordo Coletivo fechado após a implementação da Reforma Trabalhista, implantada pelo ilegítimo Michel Temer (MDB-SP), em vigor desde o ano passado. Portanto, a categoria sai fortalecida para combater os retrocessos.

De acordo com o diretor do Mova-se Hernesto Luz, diante de tantos ataques, os trabalhadores saíram confiantes para avançar ainda mais em 2019. “Se a empresa não tivesse cedido, estaríamos decretando hoje a primeira greve da categoria. No entanto, esse processo se resume em disposição, força e resistência dos trabalhadores, pois o que temíamos conseguimos reverter. O trabalho feito por um sindicato forte e uma categoria consciente é o que garante os avanços”, afirmou o dirigente.

Contraproposta

– Reajuste de 3,44% para salários e benefícios: garantindo a reposição da inflamação mais 0,5% de ganho real, além da retroatividade a 1º de janeiro de 2018.

– Manutenção da cláusula 43 (ACT) que trata da ultratividade: sendo esta a única garantia de manter os direitos coletivos adquiridos ao longo dos anos até a assinatura de um novo acordo.

– Homologação do ACT pelo sindicato: a nova lei Trabalhista diz que a empresa pode homologar sem a presença do sindicato.

Votação

Após a discussão da contraproposta, os trabalhadores votaram e com 27 votos a favor e 11 votos contra aprovaram a negociação com a empresa.

Negociação

O Sindicato Mova-se irá solicitar reunião na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego para formalizar as propostas da empresa e finalizar o ACT/2018.

 

Serviço:
Assessoria de Imprensa
Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Estadual do Ceará – Mova-se
Contato: (85) 3226.0665/99902.0458

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome